Entenda o Você Fiscal em 7 passos

17 July 2014
  1. Sabe o que é o Boletim de Urna (BU)? É o “saldo” que toda urna imprime no final da votação com os totais para cada candidato naquela urna.
  2. Acabou a votação, o Boletim de Urna deve ser afixado em lugar público (ex.: a porta da seção eleitoral). Aí começa nosso trabalho!
  3. Com o aplicativo do Você Fiscal, o eleitor (você!) tira foto do Boletim de Urna e envia para o Você Fiscal. Após as eleições, sai a versão digital oficial de cada BU e aí comparamos com as fotos.
  4. Que tipo de bug ou fraude o Você Fiscal NÃO pega? Um é bug ou fraude no software que roda na urna. Sem trilha física anônima de evidência conferida pelo eleitor (voto auditável), é impossível detectar.
  5. Outro é a fraude de mesário. O mesário pode votar no lugar do eleitor. Há relatos de que, ao final da votação, alguns mesários votam pelos eleitores que faltaram.
  6. Que tipo de bug ou fraude o Você Fiscal pega? Se a urna for extraviada/trocada/adulterada depois do fim da votação, a gente detecta.
  7. Se tiver bug/fraude no software que roda nos computadores do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para somar o resultado final, com fiscais o suficiente, a gente também detecta.

Gostou do resuminho? Por favor, compartilhe!

Compartilhe no: Facebook | Twitter | Google+




blog comments powered by Disqus